Marketing Pessoal – Primeira Parte

Marketing Pessoal é muito mais do que construir uma imagem.
A imagem é como o as pessoas nos percebem e é importantíssimo que sejamos percebidos adequadamente.
Para trabalharmos a nossa imagem pessoal e profissional é necessária uma construção pessoal sólida e elegante, baseado na identificação de nossas características pessoais que nos são naturais e levar em conta os nossos talentos e competências.

No mercado cada vez mais competitivo, tanto como colaborador em uma empresa como empresário, é necessário que saibamos mostrar o nosso valor de uma maneira clara e simples.
Temos que transformar o nosso conhecimento, talento e competência em um produto atraente para o mercado.
Muitos acham que marketing pessoal é sair por aí falando de nossas qualidades e isto poderá parecer falta de humildade e arrogância.

Primeiramente é importante saber que todos gostam de pessoas de estar ao lado de pessoas engraçadas e de bem com a vida.
A Coca-Cola tem esta ideia como base de suas campanhas e tem tido muito sucesso com isso.
Mas isso não significa que temos que ter a síndrome de Poliana… ver o mundo todo cor de rosa.  Claro que não!  Mas significa que podemos enxergar a vida com mais otimismo.
Significa que devemos ver o lado bom dos acontecimentos sem parecermos babacas. Problemas existem, sempre existiram e existirão, mas não podemos nos focar somente no lado ruim do problema.  Todos os acontecimentos tem dois lados. Temos que analisar ambos e extrairmos o melhor para nós. Devemos evitar, deixaremos de ser a Hiena Hardy… Ó vida… ó dor… ó azar. Síndrome de Hardy…ninguém aguenta!

Se vocês pararem para pensar, as coisas só andam na nossa vida nos dias que a gente se sente bem, motivados, parece que todos olham para nós, se for homem, a mulherada olha direto, se for mulher, os homens não param de olhar… é o dia que você está mais lindo, linda.

Por isto, uma atitude mental positiva é fundamental para uma vida bem sucedida e bem sucedida não significa somente ter dinheiro. Ser bem sucedido pode significar ter uma família harmônica, ter amigos, ter uma vida social e espiritual que lhe dê prazer e paz, e para isso, não necessariamente precisa-se de dinheiro.

Dicas de Atitude mental:
1 – Para ajudar a manter uma atitude mental positiva, use palavras mais positivas e mude a palavra problema por desafio.
2 – Evite também falar de problemas seja com quem for. Só em casa e olhe lá.
3 – Tenha uma imagem mais positiva sorrindo enquanto fala.

Então pare de se perguntar por que as coisas acontecem para você e comece a se perguntar o que você pode tirar de bom em cada experiência. Isso fará de você uma pessoa que saberá extrair de cada experiência de sua vida uma fonte de conhecimento e com isso suas atitudes serão marcadas pela sabedoria. E à volta de todo sábio há muitas pessoas.

Tenha uma atitude mental positiva na hora que todos estão desesperados.

Afinal, o Marketing pessoal pode transformar talentos em oportunidades. Um Gênio sem marketing pessoal é um gênio desconhecido.

Em breve a segunda parte sobre Marketing Pessoal. Irei abordar mais profundamente este tema e estas ideias. Até Breve!

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Marketing Pessoal – Primeira Parte

  1. Yara disse:

    Obrigada por compartilhar este texto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>